In�cio
Bom Noite! - Hoje é Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019
Hora Certa; 01:28


Produtores intensificam colheita do milho na região

Com boa rentabilidade da safrinha e preço satisfatório, grão avariado é o maior problema dos produtores

Publicado 21/06/2019 - 09:03 e atualizado 21/06/2019 - 09:06
Por: Redação

A colheita do milho segunda safra teve início ainda no mês de maio em algumas regiões de Mato Grosso, mas se intensificou a partir da última semana em todo o Estado. O Médio-norte é uma das regiões que deu início à colheita na segunda quinzena de maio e está mais adiantada em relação às demais.

Em Tapurah os produtores estão com a maioria das máquinas nas lavouras para colher o cereal. Na opinião de alguns produtores da região a produção está boa e os preços satisfatórios. O maior problema da atual safra, segundo produtores é com o índice de grãos avariados.

O produtor Silvesio de Oliveira diz que o problema vem aumentando a cada ano que passa em virtude das chuvas no mês de maio, quando o milho está no final de ciclo. Segundo ele, no ano de 2017 o índice de milho avariado foi um dos mais altos registrados no Estado e em 2018 não teve muita incidência por que o mês de maio não teve muita chuva, voltando a trazer problemas sérios em 2019.

“No mês de maio o milho está sempre em final de ciclo e o fungo sempre precisa de chuva para se desenvolver, e quando chove em maio, como ocorreu este ano o índice de avariados aumenta, e com isso reduz a nossa rentabilidade”, destaca.

Para Silvesio, a saída para o problema nas próximas safras é fazer a rotação de cultura em algumas áreas e deixar de plantar milho aonde está alta a incidência do fungo. “Uma das opções é plantar a braquiária no lugar do milho safrinha, por que o fungo permanece nas lavouras e vai se multiplicando cada vez mais na palhada. Com a rotação de cultura a gente quebra o ciclo dele (fungo) se não plantar o milho safrinha na área. Esta é uma das opções, mas em virtude da nossa tradição aqui no Estado e, principalmente em nossa região, por que o milho safrinha se tornou extremamente importante na nossa composição do lucro da lavoura, é difícil dizer hoje se vai haver ou não esta rotação”, ressalta.

No município, em alguns casos foram registrados na atual safra o índice de 30% de avariados, aonde o padrão aceito pelas empresas que adquirem o produto é de 5%. Uma saca de milho com 30% de avariado perde em torno de 25% do valor da saca, ou seja, pelo valor de mercado atual (R$ 20,00) o produtor que colhe o milho com 30% de avariado vai vender o produto ao valor de R$ 15,00 a saca. “Temos produtores com problemas gravíssimos no município, os quais terão um grande prejuízo na sua lavoura”.

Silvesio revela que, mesmo com o problema do índice de avariados, a segunda safra é satisfatória pela sua produção na maior parte das lavouras e pelo preço que está se mantendo no mercado. “Historicamente é um bom preço que o produtor vem recebendo pela saca do milho este ano, apesar do custo de produção ter subido muito nestes últimos anos”, enfatiza.

A safrinha do milho é também a responsável por impulsionar a economia tapuraense no meio do ano. Para alguns produtores o lucro do milho é o dinheiro que é aplicado no município, principalmente em imóveis e outros investimentos.

“O lucro da safra do milho é o que circula internamente no município, pois o dinheiro da soja o produtor usa para pagar os investimentos de maquinários, bancos e insumos para a lavoura, e o dinheiro do milho safrinha é o que fica mais internamente para o capital de giro”, completa Silvesio.

 

 



Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link acima ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos deste site (Jornal Caiabis) estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral - LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Não reproduza esta matéria em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Jornal Caiabis, por escrito.



LEIA TAMBÉM






CADASTRE-SE

Você poderá receber nossos informativos e notícias importantes.

FORMULÁRIO DE CADASTRO

FALE COM A REDAÇÃO

Você tem alguma reclamação ou elogio, sugestão matérias ou informar um fato?

ABRIR UM CHAMADO


Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados

Este website foi desenvolvido e é hospedado por: