In�cio
Boa Noite! - Hoje é Sábado, 02 de Julho de 2022
Hora Certa: 20:46


KSB Agribusiness e parceiros apresentam híbridos com potencial de produtividade e formas de combate a cigarrinha durante evento em Tapurah

Publicado 20/05/2022 - 10:05 e atualizado 20/05/2022 - 10:08
Por: Redação

O primeiro Rally do Milho em Tapurah, realizado na última quarta-feira (18.05) pela empresa KSB Agribusiness, em parceria com a Bayer e Agroeste visitou três lavouras de milho em diferentes regiões do município. O evento que teve duração de quase cinco horas e percorreu uma distância de 135 quilômetros contou com a participação de 18 veículos competindo, sendo dois ou três produtores por veículo competidor.

Nas estações visitadas pelos produtores participantes, técnicos e pesquisadores apresentaram o potencial produtivo dos híbridos Agroeste e também como combater e se prevenir contra as pragas que atacam a cultura do milho, principalmente a cigarrinha, que este ano teve uma infestação maior em relação às safras anteriores e já preocupa os produtores para os próximos anos.

O objetivo do evento, conforme o diretor da KSB Agribusiness, Luciano Lasari, é estar cada vez mais próximo dos produtores tapuraenses e oferecer novos conhecimentos em relação a cultura do milho na região.

“O Rally é mais uma forma de integrar os nossos clientes e divulgar os materiais que a gente trabalha e, principalmente trazer informações e notícias do mercado e produtos que possam agregar no dia-dia dos nossos produtores rurais e clientes, que são os nossos principais parceiros”, destaca.

Lasari aponta que o Rally é uma grande oportunidade de os produtores observarem o desempenho de todos os híbridos e produtos que a empresa comercializa em propriedades de diferentes regiões do município e com variações de adubação e diferentes solos. “O Rally veio para que os nossos clientes conheçam todos os materiais que a gente disponibiliza para eles e os produtos que vão trazer mais produtividade à sua lavoura. É importante que o nosso cliente veja o desempenho destes materiais no campo e em locais (lavouras) diferentes, além de conhecerem mais sobre as nossas parcerias e saberem que a gente está sempre pronto para atender naquilo que o produtor tapuraense precisar”, pontua.

Para o gerente comercial da KSB em Tapurah, Rodolpho Guerra, o evento foi considerado um grande sucesso, tanto pelos produtores, quanto pelos organizadores e deverá ser inserido no calendário de eventos da empresa para acontecer todos os anos. “Estamos muito satisfeitos com o resultado e a participação dos nossos clientes, e acreditamos que no ano que vem possamos promover novamente este evento”, disse.

 

Combate às pragas e a cigarrinha do milho foi tema de palestra

 

A cigarrinha tem se tornado atualmente no cenário nacional a praga de maior importância na cultura do milho e tem causado estragos em lavouras por todo o Brasil, além de aumentar os custos dos produtores. Para abordar o assunto de grande importância, a Bayer AgroSciences, uma das empresas parceiras da KSB Agribusiness, trouxe para o 1º Rally de Tapurah o engenheiro agrônomo e responsável pela cultura do milho no cerrado brasileiro, Paulo Roberto Garollo. Ele é um especialista da área e trabalha nos estudos sobre a praga da cigarrinha desde o ano de 1995, quando o país registrou o primeiro surto, e posteriormente, em 2015 se tornou epidêmica no Brasil.

Garollo apresentou aos participantes do Rally, práticas de manejo que ajudam a diminuir a população da praga e explicou alguns pontos importantes da influência de fatores abióticos na evolução, tanto na evolução da praga, quanto na eficiência dela poder transmitir os agentes causais das doenças do complexo de enfezamento.

Segundo o pesquisador, este ano o Brasil teve uma infestação ainda maior da população da praga, embora, grande parte da população não estava infectiva ou fatores abióticos inviabilizaram a eficiência da transmissão. “A população da cigarrinha é muito alta, e a nossa temperatura é muito favorável para a evolução da população e, se não houver uma ação conjunta dos produtores nas boas práticas de manejo, a tendência é continuar tendo no mínimo essa mesma população ou até mesmo um incremento populacional, o que vai colocando em risco cada vez mais a cultura do milho no estado de Mato Grosso”, ressalta.

 

 



Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link acima ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos deste site (Jornal Caiabis) estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral - LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Não reproduza esta matéria em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Jornal Caiabis, por escrito.



LEIA TAMBÉM






CADASTRE-SE

Você poderá receber nossos informativos e notícias importantes.

FORMULÁRIO DE CADASTRO

FALE COM A REDAÇÃO

Você tem alguma reclamação ou elogio, sugestão matérias ou informar um fato?

ABRIR UM CHAMADO


Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados

Este website foi desenvolvido e é hospedado por: