In�cio
Boa Noite! - Hoje é Sábado, 02 de Julho de 2022
Hora Certa: 20:57

Georreferenciamento em todos os lotes da reforma agrária é iniciado em Itanhangá

Publicado 16/05/2022 - 18:40 e atualizado 16/05/2022 - 18:42
Por: Redação

Foi dado início na última semana no município de Itanhangá ao trabalho de georreferenciamento de todos os 1.149 lotes da reforma agrária do projeto de assentamento Tapurah/Itanhangá. O georreferenciamento é um dos componentes obrigatórios para o processo de regularização fundiária, juntamente com o CAR, o qual já foi concluído em 2021.

Os trabalhos de georreferenciamento estão sendo realizados pela empresa Legaliza Brasil com o apoio da prefeitura de Itanhangá. Conforme a gestão municipal de Itanhangá, acredita-se que o trabalho possa ser concluído em 60 dias.

“É uma etapa importante e necessária para a regularização fundiária deste projeto de assentamento. Não terá custo algum para o nosso município, sendo bancado exclusivamente pelo Governo Federal, através do MAPA (Ministério da Agricultura, pecuária e Abastecimento) e nós da prefeitura estamos dando todo o apoio na logística e suporte para que este trabalho seja concluído tão logo”, pontua o prefeito Edu Pascoski.

Segundo o gestor, a administração de Itanhangá vem se reunindo frequentemente com representantes do governo federal e no final de abril se reuniu com o presidente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), Geraldo Melo e diretor de regularização fundiária a fim de buscar mecanismos para ajudar os assentados do município e da região a terem o seu sonhado documento e posse da sua terra definitivamente.

“Não é uma tarefa fácil, é muito desafiadora, mas são etapas que nós temos que fazer e concluir para que as coisas deem certo. Nós já estamos com uma agenda marcada para os próximos dias no Incra para treinamento final da nossa equipe, para podermos abrir um núcleo dentro da prefeitura municipal para o cadastramento, que vai concluir todo este trabalho de titularização do nosso assentamento”, pontua.

Apoio dos assentados

O prefeito ainda solicita aos produtores assentados do município que eles deem todo o apoio e contribuição à equipe que está fazendo o trabalho de georreferenciamento. “Estamos convocando todos os proprietários destes lotes, para que recebam estas pessoas em seu imóvel, pois eles não vão cobrar nenhum centavo dos assentados, ninguém vai dar dinheiro. O que a gente pede é que, para que possamos acelerar este processo, que os proprietários acolham bem e os-ajudem oferecendo um almoço, janta, café da manhã ou até mesmo aqueles sítios mais distantes que possam dar pouso para pernoitar e acelerar o trabalho. Eles (empresa) estão organizados e instalados, possui toda uma organização, mas se a gente (produtores e sitiantes) ajudar neste sentido, eles vão conseguir concluir mais rapidamente”, ressalta.

 

 



Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link acima ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos deste site (Jornal Caiabis) estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral - LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Não reproduza esta matéria em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Jornal Caiabis, por escrito.



LEIA TAMBÉM






CADASTRE-SE

Você poderá receber nossos informativos e notícias importantes.

FORMULÁRIO DE CADASTRO

FALE COM A REDAÇÃO

Você tem alguma reclamação ou elogio, sugestão matérias ou informar um fato?

ABRIR UM CHAMADO


Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados

Este website foi desenvolvido e é hospedado por: