In�cio
Bom Noite! - Hoje é Terça-Feira, 11 de Agosto de 2020
Hora Certa; 01:56

Bebê de apenas um mês de vida vence a Covid-19

Publicado 31/07/2020 - 18:42 e atualizado 31/07/2020 - 18:51
Por: Maurício dalepiane

Após quatro dias depois de nascer, o pequeno bebê Leonne Wadryan da Silva foi diagnosticado com Covid-19 no hospital em Sorriso, após realizar um procedimento cirúrgico, o bebê precisou ser internado  na UTI em Cuiabá. Leonne passou 30 dias internado no hospital e hoje pôde voltar ao seu lar, junto a sua mãe e sua irmã gêmea, ambos com um mês e quinze dias de vida. Uma linda história com o final feliz. 

A vendedora Bruna da Silva, de 25 anos, após 4 dias de dar à luz aos gêmeos Leonne e Loyanne foi diagnosticada com o novo coronavírus.  Para complicar ainda mais a situação o seu filho Leonne nasceu com problemas de saúde e logo teve que fazer uma cirurgia de emergência no hospital em Sorriso, por sua vez, o filho também foi diagnosticado com Covid-19. Uma das separações mais dolorosas, a mãe foi afastada dos filhos recém-nascidos. Leonne foi transferido para Cuiabá, onde recebeu cuidados na UTI e Loyanne ficou em Tapurah aos cuidados da avó materna, já Bruna ficou em recuperação domiciliar em casa. 

A mãe, só conseguia notícias do filho pelo telefone, já a da filha, ela recebia fotos e vídeos chamadas. Foram longos e dolorosos dias, noites mal dormidas, pensamentos acelerados e muitas orações e vibrações positivas. Até o dia de hoje, 31 de julho de 2020, após 30 dias, os bebês e a mamãe puderam voltar pra casa juntos, todos curados da COVID-19.  

 “Vivemos um momento mágico na hora de voltar para casa, estou muito feliz. Agora sim vou poder curtir e amar ainda mais meus filhotes juntos, agradeço a toda a equipe médica, foram maravilhosos comigo e com meus filhos, é um alívio saber que estamos bem e curados, mesmo sabendo que a batalha do Leonne ainda não acabou, ele precisa fazer mais uma cirurgia no bracinho ainda, mas com fé em Deus, tudo vai dar certo”, conta Bruna. 

A Diretora do Hospital, Rosimeire Amaro Alves, que acompanha toda a história, disse que, ter este final feliz é gratificante. “Hoje, observando a família unida novamente, é a sensação de dever cumprido, nós, minha equipe toda, fizemos a nossa parte e ainda vamos ficar acompanhando a família por um bom período, a saúde está se desdobrando para cuidar de todos, é nosso dever dar condições e cuidados a todos que necessitam de auxílio médico, me sinto realizada”, diz Rosi. 

 



Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link acima ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos deste site (Jornal Caiabis) estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral - LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Não reproduza esta matéria em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Jornal Caiabis, por escrito.



LEIA TAMBÉM






CADASTRE-SE

Você poderá receber nossos informativos e notícias importantes.

FORMULÁRIO DE CADASTRO

FALE COM A REDAÇÃO

Você tem alguma reclamação ou elogio, sugestão matérias ou informar um fato?

ABRIR UM CHAMADO


Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados

Este website foi desenvolvido e é hospedado por: