In�cio
Bom Noite! - Hoje é Terça-Feira, 11 de Agosto de 2020
Hora Certa; 00:57


O que comemorar?

Não é preciso de exposição, festas ou eventos culturais para se comemorar ou agradecer as bênçãos de Deus recebidas em prol de toda uma sociedade.

Publicado 03/07/2020 - 06:30 e atualizado 03/07/2020 - 06:45
Por: Roberto Paulo

O município de Tapurah completa neste sábado (amanhã), dia 04 de julho, 32 anos de Emancipação Política Administrativa. Diferentemente de todos os anos anteriores, mesmo quando não foi comemorado com a realização de exposição agropecuária (Expotapurah), algum tipo de evento cultural era realizado, e este ano não haverá eventos comemorativos em virtude da pandemia do novo coronavírus, cumprindo decreto municipal nº 066/2020 e decreto estadual nº 419/2020, que proíbem qualquer tipo de evento e aglomeração de pessoas.

Não é preciso de exposição, festas ou eventos culturais para se comemorar ou agradecer as bênçãos de Deus recebidas em prol de toda uma sociedade. A população tapuraense tem muito a comemorar sim, principalmente os primeiros a habitar esta terra, os pioneiros que enfrentaram muitas dificuldades no início da história de Tapurah e da região, onde nada tinha em termos de infraestrutura, estradas, energia elétrica, educação e saúde.

Hoje Tapurah é motivo de orgulho para os cerca de 14 mil habitantes que vivem neste município e fazem dele uma referência no Estado. É um dos poucos municípios mato-grossenses que, apesar de todas as dificuldades enfrentadas pela pandemia da Covid-19, não teve reflexo algum ou queda na arrecadação de sua receita, e sua economia continua crescendo, graças à luta diária de seus trabalhadores, tanto no campo, quanto na cidade.

O privilégio de ter uma grande diversificação de culturas lideradas pelo plantio de soja, milho, algodão, e atividades da suinocultura, avicultura, pecuária e leiteira fazem com que Tapurah esteja cada vez mais no topo do ranking dos municípios que mais crescem no Estado.

A infraestrutura do município, com energia de sobra para instalação de novas indústrias; A ligação asfáltica com Lucas do Rio Verde, Cuiabá, Itanhangá e Juara; A educação pública de qualidade e uma saúde estruturada, que só fica atrás de grandes centros são motivos de comemoração e agradecimento.

Ao contrário de muitos outros municípios da região, Tapurah vem recebendo constantemente verbas dos governos estadual e federal para investimento em obras, além daquelas que estão sendo realizadas com recursos próprios do município para melhorar ainda mais a estrutura da educação, da cultura, lazer e infraestrutura.

Quantas pessoas queriam estar em nosso lugar, vivendo em uma cidade tranquila, sem alto índice de violência, com educação pública de qualidade, de progresso, onde se pode sonhar e prosperar a cada dia? Com certeza, seriam milhares. Basta dar uma olhada ao redor, na nossa região ou pelo mundo, para vermos as situações desanimadoras em que se encontra a maior parte da população mundial, sem saneamento básico, sem água tratada, sem saúde, sem empregos e passando fome, sem esperança alguma de viver uma vida digna igual a que presenciamos na maioria das famílias que residem neste município.

É claro que diante de todo esse universo de coisas boas em nossa cidade, ainda existem pessoas descontentes, ou mais exigentes, que buscam a cada dia melhores condições de vida para sua família, e nunca estão contentes com a vida que levam. Mas o trabalho e a luta são contínuos, e a cada ano nos fortalecemos mais para seguir em frente na busca pelos nossos objetivos, de ver uma cidade bonita e capaz de se tornar um celeiro da indústria de tudo aquilo que aqui produzimos.

Esperamos ver nas próximas décadas uma Tapurah ainda mais forte na sua produção agrícola e na geração de empregos, com um comércio pujante.

Amanhã, dia 04 de julho vamos comemorar, sem festa, a história bonita de Tapurah e toda a sua riqueza e infraestrutura construída ao longo destes 32 anos de lutas e de glórias.

Parabéns Tapurah e todos que fazem parte de sua história!

 



Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link acima ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos deste site (Jornal Caiabis) estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral - LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Não reproduza esta matéria em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Jornal Caiabis, por escrito.



LEIA TAMBÉM






CADASTRE-SE

Você poderá receber nossos informativos e notícias importantes.

FORMULÁRIO DE CADASTRO

FALE COM A REDAÇÃO

Você tem alguma reclamação ou elogio, sugestão matérias ou informar um fato?

ABRIR UM CHAMADO


Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados

Este website foi desenvolvido e é hospedado por: