Início
Bom Noite! - Hoje é Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Hora Certa; 04:08

Governo Federal garante a construção da FICO

PA e ES querem valores que serão destinados para primeira etapa da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico)

Publicado 24/07/2018 - 09:11 e atualizado 24/07/2018 - 09:12
Por: Assessoria

Os estados de Mato Grosso e Goiás garantiram, por meio do Governo Federal, que a primeira etapa da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO) comece. O projeto total da ferrovia liga Goiás até o estado de Rondônia, começando por Campinorte (GO), passando por Água Boa (MT), Lucas do Rio Verde (MT) e Vilhena (RO), e terminando em Porto Velho (RO). A primeira etapa é a que liga Campinorte a Água Boa.

A garantia desta primeira parte é considerada uma vitória para o setor de infraestrutura e logística da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), já que os governos do Pará e do Espírito Santo exigiam que os recursos garantidos para FICO permanecessem em ambos os estados.

O recurso para a primeira etapa da FICO está vindo das prorrogações de concessões das ferrovias do Carajás (Pará e Maranhão) e da Vitória-Minas (Minas Gerais e Espírito Santo), que gerarão cerca de R$ 4 bilhões. Tanto o Pará quanto o Espírito Santo estavam requerendo o recurso, mas o Governo Federal, por meio do presidente Michel Temer, entendeu que é muito importante priorizar, neste momento, a FICO. De acordo com o Governo, outras soluções serão buscadas para o Pará e o Espírito Santo, explica o diretor executivo do Movimento Pró-Logística e consultor da Aprosoja, Edeon Vaz Ferreira.

Ainda, conforme dados do Movimento Pró-Logística, a FICO trará um alívio significativo para o escoamento de grãos do Vale do Araguaia, região ao Leste de Mato Grosso. Com a ferrovia pronta, será possível o escoamento de parte da produção do Vale do Araguaia para Ferrovia Norte Sul, permitindo que sejam acessados os portos de Itaqui (MA), no Norte do país, e Santos, no Sudeste. A FICO também permitirá uma redução de custos com frete de aproximadamente 25%, completa Ferreira.

Para o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, o Vale dos Esquecidos, como se chamava a região, se tornará o Vale da Prosperidade. Ainda de acordo com Maggi, a FICO é uma ferrovia que nasceu em 2009, e com as forças políticas de Mato Grosso, fomos discutindo como chegar com a ferrovia no Estado. Todos nós trabalhamos para fazer a Fico que ficou adormecida de 2009 até agora, porque nunca houve recursos, não tinha um projeto para ser executado financeiramente, mas agora com os recursos garantidos, o sonho sairá do papel.

O presidente da Aprosoja, Antonio Galvan, defende a construção do trecho de Campinorte a Água Boa como prioridade para a logística do Estado de Mato Grosso. Para Galvan os recursos já estão garantidos para esta obra pelo governo federal, e outra solução deverá ser buscada para os estados do Pará e Espírito Santo. A obra é de vital importância não só para a região leste, que tem sua produção de grãos aumentando a cada ano, mas também, para o próprio Estado.

Números - Segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a produção de soja e milho na Região Leste de Mato Grosso na safra 2016/17 foi de 19,85 milhões de toneladas, o que representa 32% da produção do Estado. A produção desta região cresce a cada ano e até 2025 poderá alcançar 29 milhões de toneladas entre soja e milho.

A FICO, segundo o Movimento Pró-Logística, terá uma capacidade inicial de 10 milhões de toneladas neste primeiro trecho.

Andamento

Segundo o Governo Federal, o Estudo e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) e o Projeto Básico desta primeira etapa da FICO foram contratados pela Valec. O trecho conta com a licença prévia 493/2014.

A expectativa é que o primeiro trecho da Ferrovia de Integração Centro-Oeste esteja pronto em 4 anos, em função do período para elaboração do projeto executivo e da licença de instalação.

 

 

 



Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link acima ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos e vídeos deste site (Jornal Caiabis) estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral - LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Não reproduza esta matéria em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Jornal Caiabis, por escrito.



LEIA TAMBÉM






CADASTRE-SE

Você poderá receber nossos informativos e notícias importantes.

FORMULÁRIO DE CADASTRO

FALE COM A REDAÇÃO

Você tem alguma reclamação ou elogio, sugestão matérias ou informar um fato?

ABRIR UM CHAMADO


Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Este website foi desenvolvido e é hospedado por: